sábado, 28 de junho de 2008

Substituta

''Eu sou impossível de ser esquecida, mas difícil de lembrada.'' Claire Colburn

Ufa...me sinto bem melhor sendo eu mesma.
Cá entre nós, falar em terceira pessoa só reforçava o meu complexo de ''pessoa substituta''.
Pra quem não assistiu ao filme Tudo Acontece em Elizabethtown (fica a dica!), Drew Baylor (Orlando Bloom) e Claire Colburn (Kirsten Dunst), se sentem substitutos na vida de todo mundo.
Nunca estão em primeiro lugar. Sabe quando você está sempre em segundo, terceiro ou até milésimo plano na vida das outras pessoas? Então...com eles, e eu sinto que comigo também , é assim!
Nunca ganhou o primeiro pedaço do bolo...sempre sobra no assunto...sempre protege, mas nunca é protegido...e N situações do tipo!
Pois é, você também é uma pessoa substituta? Calma, calma...isso não é tão ruim assim. Arrisco até dizer que tem uma beleza que a poesia de Vinicius, Drummond e tantos outros, descreve muito bem. Como diz Claire, ser substituto não exige tanta responsabilidade para com outra pessoa. A pressão é bem menor.
Aliás, outro filme maravilhoso que mostra bem esse lance de pessoa substituta é O Amor Não Tira Férias(Iris, personagem de Kate Winslet)...E o melhor do filme, ela se dá conta da situação e muda isso.
Desde pequena eu sempre me identifiquei com a amiga da personagem principal... ou aquela que é um tipo de narradora...
Sei que você vai pensar naquela frase clichê, que não deixa de ser válida...''Você é o protagonista da sua própria história''...Sim, é...Mas, eu me pergunto e pergunto a você também...Será que a sua história depende, única e exclusivamente, de você?

Luana H.

P.S.:Não, não pense que é complexo de inferioridade! É diferente, eu garanto!

18 comentários:

Robs disse...

Ue..toda vez q entro aki um template diferente??
Adorei, ta mto lindo viu?? Parabens!
As vezes, eu tb me sinto assim a substituta!

Bruno disse...

Relações interpessoais sempre me assustam...

Acredito, porém, que existe sim pessoas que marcam nossas vidas de uma forma tal que a mesma "substituição" é inviável, principalmente se trantando de coisas do coração.

Também adorei seu blog... Vou linká-lo no meu blog...

Beijo... :*)

Antônio disse...

Parabéns pelo blog, pela forma que escreve, pela sensibilidade. Curiosamente achei-a pelo orkut. Espero poder voltar mais vezes.
Um abraço.

Júlio Almeida disse...

A História do Randy Pausch é realmente sensacional e comovente, mais acima de tudo ele nos ensina a aproveitar a vida enqunato podemos^^

Bjos e boa semana"[;)]

luctoller disse...

Posso confessar mesmo? Contos e confissões é vício pra mim, agora.

Beijão.

biik disse...

ksakpsoaksopsokps
eeh com ctz mais divertido ! uéé. e pqe nao tem de volta tdo isso ?!
vce jah termino ensino medio !?

ééh, tbem penso nisso, por isso qe sou mto dificil a me apegar a algem, eu penso mto antes de falar o qe sinto, acho qe penso EH DEMAIS ! mas fzer oqe ?
;P

http://bejomeliga.blogspot.com

Anônimo disse...

somos o protagonista da nossa história, mas concerteza não faremos a nossa história sózinhos, como uma novela, não existe apenas o protagonista, mas sim todo o elenco.
muito bom o texto -*-*


http://sorrisosdeplasticos.blogspot.com/

Apenas um começo disse...

Adorei seu template,depois eu gostaria de saber onde tu conseguiu...
Em relação ao post acho meio insignificantes amizades de orkut ou msn,pois não são duradouras,as vezes(raras)até conseguimos uma grande amizade,mas também conseguimos cada problema o.0
Não gosto muito desses troços moderninhos.Sou uma velha enrustida,porém gosto da parte dos blogs,textos,pelo menos salvam esse mundo virtual tão chato ¬¬°

http://apenasumcomeco.blogspot.com

Anônimo disse...

Lenine? adorooo!!!

É moça, lamentavelmente hoje somos obrigados a ouvir musicas do tipo "vou te deletar do msn, te excluir do meu orkut..." Talvez pela frieza dos relacionamentos as pessoas se dizem apaixonadas por e-mail, onde foram parar as cartas escritas a mão?

Ou aquele alvoroço dos primeiros encontros, regados a timidos e doces "tbm gosto muito de você. vamos deixar acontecer..."

Mas em tempos modernos, não se pode questionar o impessoal...

Mas falando no meu post, realmente é tipico de blogueiro, até pq o ser humano sente medo de se expressar... rs
Dizemos sempre: "tem um amigo meu que... rs"

Mas é isso aí, vamos que vamos...

bjs

Mandika!! disse...

Oi,tudo bem?
O seu blog é bem criativo e fala sobre um monte de coisas legais.
E sobre o seu post,acho que é muito dificil manter amizade ou namoro á distancia e o orkut,msn,etc,ás vezes futiliza os relacionamentos.
Mais acho muito util ter um orkut para se relacionar com pessoas que viajaram ou você gosta muito e não vê a muito tempo.
Bjs

Maria Lúcia (Marry) disse...

Isso tudo é verdade, é muita falsidade pela internet e pela vida real. O pior que na parte dos relacionamentos o Te amo... é um Te amo para sempre. Por favor, em que mundo estamos? Cadê os sentimentos verdadeiros? Adorei teu blog. Beijos!

Luly Mello disse...

amei
e imposssivel nao se identificar com um sentimento tao humano



beijos

Anônimo disse...

Perfeito o que você escreveu. Não tiro, nem ponho nada. Me pego freqüentemente pensando sobre isso, sobre banalização de sentimentos e falta de convívio. Parabéns mesmo pelo post de hoje.

Ps: adooooro Lenine.

aurasacrafames disse...

Sob qual modo de produção estamos? O capitalista, desse modo, a única finalidade na vida de um ser humano para ele é lucrar e, por consequência, alimentá-lo. Não há tempo para amizades verdadeiras, amores, estão em extinção. Apenas uma profunda mudança na sociedade poderia trazer de volta esses itens às vitrines da vida.

Abraços
aurasacrafames.blogspot.com

Pâmela S. Melo disse...

Luana,

Tuas palavras casarem divinamente com meus pensamentos, divinamente...

Adorei, eis a nossa (triste?) realidade!

Flores pra você.

Pâmela S. Melo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

concordo, hoje você se apaixona
e já tem o EU TE AMO, e amanhã
já está tudo acabo. isso é fato!




http://sorrisosdeplasticos.blogspot.com/

Anônimo disse...

É também me sinto assim...Isso me parece tão terrivel...Entrar na vida de uma pessoa só para substituir a outra...Não saber se ama e é reciproco...Odeio ser uma pessoa substituta...Mesmo sendo tão poético...
^^
Gostei daqui...
http://abotudo.blog.terra.com.br/
Bju...