segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Nova (velha) aventura

''Perder-se também é caminho.''
Clarice Lispector

Resolvi me aventurar nesse mundo da poesia. Juntei pedaços de mim e de minhas, já escritas, confissões.
Um ''compacto'' desse confessionário.

Anseio

Ouça minhas palavras
Elas são como pedaços de mim.
Pode-se enxergar nelas as minhas veias.
Pode-se ver claramente o meu sangue.

Escuta-me
Pois sou pequena.
E fraca.
Muito fraca.

Preciso das palavras para me sentir forte.
Preciso extrair delas a força que eu não tenho.
Preciso me sentir totalmente exposta, nua
Numa nudez pura de criança

Por mais que eu escreva,
Que eu grite,
Que eu chore,
A minha alma ainda é um mistério

Mas quando escrevo me sinto desprotegida,
E nisso me encontro
Preciso me sentir desprotegida para confessar
Toda a minha ânsia de existir.

Luana H.

12 comentários:

GUILHERME PIÃO disse...

Gostei, continue assim.
Abraços

Robs disse...

Nossa Lu...que lindo!!

Vi nas suas respostas do meme que vc quer escrever um livro. Va em frente, vc é mto talentosa...escreve mto bem!!!

Parabens...

Bjokass!

Daniela Filipini (: disse...

Hoje ainda não tinha lido algo tão bonito!
Parabéns querida! Realmente, me surpreendi.

ºDreº disse...

Post todo lindo
A ultima estrofe então...
Me emociono aqui.
Tudo eh super fofo.
_______________
Que os amjos digam 'Amém'!
E que a minha felicidade de sábado dure para sempre.
Torça por mim!
Beijão

Ana Amelia Teixeira disse...

sem comentários..
perfeitão!!!!

bruno bortoleto disse...

periodo em que mais me encontro é quando me sinto assim, perdido.
estou lendo direto o blog, as vezes nao comento ou deixo para comentar em outro dia... mas nao consigo deixar de ler... você é um encanto *-*
beijos.

Ana disse...

AMEI, muito bom! Parabéns!

mano maya kosha disse...

e num processo estranho que a gente se percebe, e num processo intenso que a gente se revela, num processo desentendido que a gente se descobre, e depois de estar por completo, parece que a gente desconhece-se

Mandika!! disse...

Lindo,como todos os seus textos!!
Você tem muito talento.

Bjs

luctoller disse...

Percebi na sua poesia uma forte influência da Clarice Lispector! :)

Beijo grande.

Davi Arloy disse...

Gente, que babado! Arrazou!

;*

Anônimo disse...

É sempre tão fácil culpar a juventude, né? Eu fico pensando se quando a gente crescer (ai, que horror) se vamos culpar a juventude também... Tem gente que parece que já nasce grande!