sábado, 2 de agosto de 2008

A Menina ainda dança

''E se você fecha o olho
A menina ainda dança''
Marisa Monte

Tudo muda tão rápido.
Quando se vê já acabou o dia ou se passou um ano. E temos que nos adaptar rapidamente.
Não, não quero discutir nesse post a falta de tempo. Quero apenas falar sobre a efemeridade do tempo...das coisas...das pessoas...mas principalmente,das situações.
Caro confessor, ás vezes fico impressionada com certas mudanças. Não quero dizer se tais mudanças são certas ou erradas, só quero dizer que elas acontecem.
Há dois anos, eu estudava perto da minha casa. Tinha ao meu lado os meus amigos de infância. Eu achava que a distância não mudaria em nada aquelas pessoas. E achava que eu também não mudaria. Doce ilusão.
Faz pouco tempo, mas as mudanças aconteceram muito rápido.
Os rostos mudaram. As vozes, os hábitos...Cada um seguiu seu rumo e está escrevendo sua história.
Confesso que sinto falta deles, mas sinto mais falta ainda de quem eu era naquele tempo. Sinto falta da tranquilidade que eu tinha dentro e fora de mim. Sinto falta da menina.
Ás vezes dá um medo de se esquecer de como é que era. Antes de dormir, me pego pensando em como seria acordar e voltar para esse tempo. Mas essas mudanças são irreversíveis...crescer implica em mudanças irreversíveis.
E como diria o Poeta...
''A vida é o dever, que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira…
Quando se vê, já é Natal…
Quando se vê, já terminou o ano…
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida…
Quando se vê, passaram-se 50 anos!''

Luana H.


p.s.: Visitem também : http://sina-nossa.blogspot.com/

15 comentários:

Anônimo disse...

Realmente crescer é conmplicado, pois aumentam preocupações, aumentam frustrações e tudo omais, por mim eu viveria a vida inteira como Peter Pan, talvez eu até sofra coma sindrome de Peter pan, pois sou e sempre quero ser uma eterna criança, bjus minina e parabéns pelos dois blogs

Daya disse...

Essa saudades da gente mesmo é estranha, né.. mas tbm reflexiva se analisada da ótica de que amadurecemos a cada minuto ou 50 anos como disse o poeta!
E como o título do seu post, o melhor é que independete de qualquer momento 'a menina ainda dança'!!!!!!!

Cecilia Zucchi disse...

"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, muda-se o ser, muda-se a confiança; Todo o mundo é composto de mudança, tomando sempre novas qualidades. Continuamente vemos novidades, diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança, e do bem, se algum houve, as saudades"
(Camões)


O tempo as vezes eh cruel... mas ele tem, nos trás coisas que nunca imaginaríamos...
Parabens pelo blog!
Um abraço!

Anônimo disse...

confesso que sinto falta, mta falta de minha infancia. parecia que tudo era mais facil, menos complicados, não ouvia falar em problemas. hoje, a beira de meus 20 anos, digo que é mto chato e deveras cansativo ser gente grande, mas como não podemos parar e voltar no tempo, não devemos deixar nossa criança interior jamais crescer.


beijo
;**

Robs disse...

Belissimo texto. Gostei da frase "Sinto falta da menina."
Sinto mtas saudades da minha infância, a inocencia, de não precisar se preocupar com nada.
Mas o tempo passa e a gente cresce e com isso vem as responsabilidades.
Não é facil encarar certas mudanças, as vezes a gente está acostumado com algo e de repente tudo muda, dependendo da situação ficamos perdidos.
Mas acredito que tudo isso só tem a nos beneficar, a fazer com que fiquemos mais maduros diante a vida.
Bjos!

Mandika!! disse...

Nossa que post lindo!!
Também gosto muito de Marisa Monte!!
Eu ás vezes queria muito voltar no tempo,sabe?
Porque quando comparo o hoje com o passado vejo que muita coisa mudou...
As pessoas mudaram,os lugares mudaram,eu mudei...
Bjs

Laís disse...

Sinto ainda os efeitos da mudança, e pra dizer a verdade, gosto da mudança, sinto falta da infância, mas vejo o quanto cresci e aprendi...

Acho que o maior medo das pessoas é o tempo, ele passa e não para, mas nos leva junto, por isso acredito no valor do viver intensamente...

gostei muito do seu post, é profundo e muito bonito^^

beijo

Sammyra Santana disse...

As mudanças servem pra gente amadurecer! Dói um pouquinho mas a gente supeeera, rs!

O bom é que apesar de tudo... "a menina ainda dança".

bruno bortoleto disse...

'o tempo passa e nem tudo fica, a obra inteira de uma vida...' por isso tento o maximo possivel deixar registrado o que vivo dia apos dia 24horas de historias, para que daqui 500 anos, alguem encontre o link do bonitashistoriasfalsas e entenda o que se passava comigo... ok, exagerei. sendo mais realista, talvez um presente do meu eu hoje para o meu eu amanha, sempre guardando lembranças... afinal, amanha já é sabado... natal... ano novo e daqui a pouco tenho 70 anos.
beijos.

Sofi *-* disse...

É gataaa, crescer não é fácil!
Dá medo! Mas faz parte da vida!!
Eu sei como é! Minha vida sempre mudou muito de repente!!

Com o tempo a gente se acostuma!!

Beijoooes, parabéns pelo texto ;)

Sofi *-* disse...

Imagina obrigada vc por passar sempre aqui tbm ^^

beijooes

Sammyra Santana disse...

se ela dança, eu danço!

rsrsrs

Beeeeeeeeijo, florzinha

Robs disse...

Presentinho pra vc no blog.
Bjos!!!

luctoller disse...

Me sinto assim também, as vezes, mas eu tento não me colocar muito no que escrevo, me sinto nu.

Beijos

Rα i sα ~ disse...

E é só escrevendo que deságuo esse mar todo cá de dentro ... é, quando as palavras tomam forma, que eu enfim posso me ler e me entender.

Volto sempre aqui. Pode deixar :)